MDF ou MDP qual e melhor? entenda os usos e as principais diferenças.

Cuidados na hora de contratar móveis planejados.
12/01/2017
Dicas sobre cozinhas planejadas para apartamentos pequenos.
24/01/2017

MDF ou MDP qual e melhor? entenda os usos e as principais diferenças.

                  MDF ou MDP qual e melhor?

 

MDF ou MDP – entenda os usos e as principais diferenças.

Se tem algo que costuma causar dúvidas na hora da compra de um novo móvel são duas siglas que designam os materiais utilizados na fabricação das peças. MDP ou MDF, qual comprar? Se você está com essa dúvida e não faz ideia se deve escolher o MDP ou MDF vamos te ajudar.

As duas placas são produzidas pelo mesmo material: madeiras pinus e eucaliptos e são obtidas através da prensagem e extração de fibras de madeiras. Por utilizarem madeira de áreas de reflorestamentos, manejadas de forma ambientalmente correta e economicamente viável são produtos altamente ecológicos.

MDF é uma sigla em inglês que significa “Medium Density Fiberboard” que, traduzindo para o português, quer dizer “chapa de fibra de madeira de média densidade”. É um material uniforme, plano e denso, resultado da aglutinação de fibras de madeira com resina sintética, sendo, por sua homogeneidade, uma madeira que permite mais criatividade no design.

O MDP, Medium Density Particleboard, em português, painel de partículas de média densidade é produzido em três camadas: uma grossa no miolo e duas finas nas superfícies. Essa composição heterogênea garante ao produto grande resistência estrutural, conferindo maior resistência ao empenamento e à colocação e remoção de parafusos, além de torná-lo um material mais leve.

Como característica comum, o MDP e o MDF, são materiais resistentes a umidade mas não a prova d’agua. No entanto, podem ser utilizados em cozinhas e banheiros, desde que, estejam com o revestimento adequado em toda sua superfície e bordas.

Uma das principais diferenças entre o MDF e o MDP é aplicabilidade. Enquanto o MDF apresenta maleabilidade, permitindo a formação de curvas, o MDP tem limitações que favorecem o uso desse material em artigos de linha reta, como portas, prateleiras, gavetas e demais peças retas.

Outra diferença entre os dois materiais é que o MDP apresenta alta absorção de tintas no acabamento final e o MDF não. Essa característica também influencia na relação custo-benefício. Para uso em parte externa, madeira com menos poros, têm menos absorção e, consequentemente, menos custos com tintas. Para uso interno, em contra partida, o MDP é o mais rentável. Permite ótima colagem e o custo do material é bem menor.

Entenda qual matéria-prima escolher para seu projeto de Móveis Planejados, MDP ou MDF?

Características e vantagens do MDF

O MDF é quase equivalente à madeira nas possibilidades de trabalhar a matéria-prima. Os painéis são grandes superfícies homogêneas e sem orientação das fibras, o que permite cortes em qualquer sentido e apresentação de superfície lisa e uniforme ao toque.

Principais características do MDF:

Comporta aplicação de todos os tipos de revestimentos, desde pintura/impressão até papéis impressos ou unicolores e lâminas de madeira.
Suas fibras possibilitam trabalhos de usinagem muito precisos, furação e uma ampla gama de acabamentos.
Apresenta grande resistência e não sofre com a variação de temperatura.
Resistente à abrasão.
Características e vantagens do MDP

O MDP é especialmente indicado para a produção de móveis residenciais e comerciais de linhas retas, em formas que não exijam usinagens em baixo relevo, entalhes ou cantos arredondados. Como tem uma alta densidade das camadas superficiais, permite um acabamento superior nos processos de impressão, pintura e revestimentos.

Tem também melhor resistência ao arrancamento de parafuso, menor absorção de umidade e empenamento. Se considerarmos que o consumo de madeira para a fabricação do MDP é menor que na fabricação do MDF, podemos dizer que, entre os dois, o MDP é mais ecológico.

Principais aplicações do MDP:

Portas retas
Tampos retos
Laterais de móveis
Prateleiras
Divisórias
Como vimos, os dois materiais tem suas características e são bons, desde que sejam utilizados de forma correta. De uma forma geral, podemos dizer que para a parte externa, onde o design do móvel tende a ter curvas e formas arredondadas, o MDF é ideal. Já para o uso interno, o MDP é a melhor opção, considerando que o mesmo pode ser montado e desmontado sem prejudicar o móvel e ainda possui uma colagem melhor e mais rentável.

 

Visite nosso site: http://moveisplanejadosembh.online/

 

Compatilhar:

Deixe seu comentário, vamos interaja com nosso blog.

Não deixe de visitar o nosso site e veja nossas promoções!Quero ir ao site